quarta-feira, 25 de maio de 2016

Temer vence 1ª batalha e Congresso aprova meta fiscal

(Moreira Mariz/Ag. Senado
Após mais de 16 horas de sessão e dura obstrução de aliados de Dilma, autorização para que o país encerre o ano com um rombo de 170,5 bilhões de reais foi aprovada

Por: Marcela Mattos, de Brasília25/05/2016 às 03:57 - Atualizado em 25/05/2016 às 04:07

No primeiro teste de fogo com o Congresso, o presidente interino, Michel Temer, conseguiu emplacar na madrugada desta quarta-feira a aprovação de medida considerada essencial para evitar que seu governo fique paralisado: a autorização para que o país encerre o ano com um rombo de 170,5 bilhões de reais - o maior da história. A revisão da meta fiscal foi aprovada em votação simbólica em meio a bate-bocas e dura obstrução de aliados da presidente afastada Dilma Rousseff.

A sessão se arrastou por mais de 16 horas, boa parte motivada pela votação de 24 vetos presidenciais, e evidenciou a dificuldade que o peemedebista vai encontrar no Congresso diante da oposição do PT e dos demais partidos que estão em sua órbita. Ainda assim, parlamentares da base de Temer comemoraram o resultado por conseguirem manter o quórum alto para a votação mesmo durante a madrugada e superarem as manobras regimentais articuladas pelos oposicionistas. "Hoje foi um dia que demonstramos nossa força", comemorou o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do Secretário de Governo da Presidência, Geddel Vieira Lima.

Também foi determinante para o sucesso da sessão a condução do presidente Renan Calheiros (PMDB-AL), que acionou um rolo compressor para encurtar a sessão: levou à votação a rejeição, em bloco, da série de requerimentos protelatórios, diminuiu o tempo de discursos e conclamou ao longo de todo o dia os parlamentares a comparecerem ao plenário.

Temer tinha pressa para revisar a meta fiscal: se a matéria não fosse aprovada até a próxima segunda-feira, o governo federal teria de fazer um corte extra de 137,8 bilhões de reais, o que travaria a máquina pública e inviabilizaria a implementação dos projetos do peemedebista para recuperar a economia. Como quinta-feira será feriado, o esforço foi para concluir, a qualquer custo, a votação nesta quarta.

Apesar da projeção de déficit em 2016, o Orçamento elaborado ainda na gestão da presidente afastada Dilma Rousseff e aprovado para este ano fixou uma meta de superávit primário (economia para pagamento de juros da dívida pública) de 24 bilhões de reais. Em março, a equipe econômica da petista enviou ao Congresso Nacional um projeto de lei para mudar a meta fiscal, de forma a autorizar que o governo registrasse um rombo. Ainda assim, o déficit previsto era bem menor, de 96,65 bilhões de reais. Ao apresentar na última sexta-feira a previsão de um rombo de 170,5 bilhões de reais, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que a receita estava superestimada e classificou a nova meta de "realista".

A aprovação da matéria traz alívio para a gestão de Temer, que logo na largada enfrentou uma série de turbulências. Na segunda-feira, o ministro do Planejamento, Romero Jucá, um dos responsáveis pelo cálculo do déficit, deixou o cargo após ser flagrado em conversa falando em um pacto para conter a Operação Lava Jato. Ele voltou a ocupar o mandato de senador e acompanhou a votação desde a manhã de terça-feira. Às 3 horas da manhã, Jucá subiu novamente à tribuna para se defender. Em duro pronunciamento, referiu-se aos parlamentares do PT, PDT e PCdoB: "A maior das heranças malditas pode ser vista no espelho por vocês mesmos: é a oposição. É ter de aguentar vocês", disse, afirmando, ainda, que a autorização de um rombo de 170,5 bilhões vai permitir a execução de importantes obras, como a transposição do Rio São Francisco.

Fonte: veja.abril.com.br

terça-feira, 24 de maio de 2016

Guarapuavano morre ao tentar assaltar posto em Campo Largo.


Vinícius neves, 23, morreu ontem (23) pela manhã, durante assalto a um posto de combustível em Campo Largo. Ele estava em companhia de outro suspeito e foram surpreendidos por um policial que estava de folga, teve troca de tiros e o jovem morreu no local. Vinicius nasceu em Guarapuava e se mudou para Campo Largo, onde chegou a ser uma promessa do basquetebol, sendo contratado pelo Flamengo. Veja o video:https://youtu.be/XzViaw3jiDY



Fonte: Marcio Mello

Goioxim: Com Geada nesta terça feira 24 de Maio

Colaboração Melissa


Predomínio de sol, apenas com pouca variação de nuvens
Temperatura minima 5 °C 18°Cmax
Chuva 0 mm

PF deflagra 30ª fase da Lava Jato e descobre mais de R$ 40 mi em propina


Por: Laryssa Borges, de Brasília24/05/2016 às 07:23 - Atualizado em 24/05/2016 às 08:46

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira a 30ª fase da Lava Jato, intitulada Operação Vício. O alvo da 30ª fase são grandes empresas fornecedoras de tubos para a estatal, que atuavam com seus executivos, sócios, advogados e funcionários da Petrobras para sangrar os cofres da estatal e recolher propina. Os investigadores colheram indícios de que o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, já condenado no petrolão a mais de 23 anos de prisão, e o ex-diretor de Serviços Renato Duque, também já penalizado em mais de 50 anos de prisão pelo juiz Sergio Moro, faziam parte do esquema, que movimentou ao todo mais de 40 milhões de reais em propina.

A nova etapa da Lava Jato identificou que uma construtora de fachada foi utilizada para viabilizar o pagamento de propina em um expediente utilizado com frequência por criminosos do colarinho branco: a celebração de contratos fictícios de prestação de serviços. A transferência de dinheiro sujo também foi viabilizada por meio de uma offshore.

O Ministério Público aponta que os contratos entre a Petrobras e as empresas fornecedoras de tubos ultrapassam os 5 bilhões de reais. "Evidências denotam que o pagamento de propinas no interesse desse esquema criminoso perdurou pelo menos entre os anos de 2009 e 2013, sendo que os valores espúrios pagos, no Brasil e no exterior, superam a quantia de R$ 40 milhões", disse o MP. Na etapa batizada de Vício, dois funcionários da Diretoria de Serviços da Petrobras são alvos de condução coercitiva.

Cinquenta agentes federais cumprem 28 mandados de busca e apreensão, 2 mandados de prisão preventiva e 9 mandados de condução coercitiva nos Estados do Rio de Janeiro e São Paulo. A ação de hoje se dá em parceria com a Receita Federal e apura os crimes de crimes de corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro no esquema que sangrou os cofres da Petrobras.

De acordo com a PF, a operação desta terça é um desdobramento das que revelaram o esquema criminoso do petrolão. O alvo agora são três grupos empresariais que se utilizavam de operadores e contratos fictícios com a estatal - sobretudo com a Diretoria de Serviços - e repassavam dinheiro sujo a funcionários da Petrobras, além de agentes públicos e políticos.

A escolha pelo nome Vício se deu, segundo a corporação, em decorrência da sistemática prática de corrupção por determinados funcionários da estatal e agentes políticos. "O termo ainda remete a ideia de que alguns setores do Estado precisam passar por um processo de desintoxicação do modo corrupto de contratar presente não ação de seus representantes", diz a PF em nota.

A PF cumpre ainda mandados com o objetivo de apurar pagamentos a um executivo da área internacional da Petrobras em contratos firmados para aquisição de navios-sonda.

Fonte: veja.abril.com.br

Candói: Furto de Caminhonete Nissan Frontier Prata


CANDÓI 02 – FURTO QUALIFICADO

No dia 23 de maio, por volta das 18h, a equipe de serviço foi informada via 190, pela solicitante, que seu filho viajou e que havia deixado sua caminhonete NISSAN FRONTIER, cor prata, na garagem de sua residência. E que nesta data, a senhora deslocou até a residência para alimentar um cão, e percebeu que a caminhonete não estava mais no local. Que esta teria visto a caminhonete pela última vez em data de 21/05/2016 próximo das 12h. A solicitante foi orientada com elação aos procedimentos legais.

 Guarapuava, 24 de Maio de 2016 Setor de Comunicação Social - anc

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Goioxim: ACEG Elege Nova Diretoria

Nova Diretoria da ACEG Goioxim PR

A Nova direretoria da Assossiação Comercial e Empresarial de Goioxim, foi empossada na ultima sexta feira 20 de Maio 2016 as 19:30h na sede da ACEG, ficando assim composta.

Presidente: João Carlos Loureiro da Silva, (Supermercado Iargas).
Vice Presidente: Solange de F.P. Shereiner, (Loja Realce).
Secretário Geral: Cleumir Machado, (Laticínio Goioxim).
Tesoureiro: Clóvis Pedro de Lima, (Cresol).
Assuntos do Comercio: Gisele M.F. dos Passos, (Loja Marques).
Assuntos da Industria: Graziele Daleagnolo, (Laticínio Goioxim).
Assuntos da Agropecuária: Leonir Ribas, (Sorveteria Ribas).
Assuntos do SPC: João Vitor de Miranda, (Supermercado Miranda).
Assuntos de Pequenas Empresas: Celso José Merett, (Conexão Monitoramento).
Conselho Jovem: Cassiane Paula Iargas, (Agropecuária Iargas).
Conselho da Mulher: Dircelia Mara Pedroso Morett, (Conexão Monitoramento).

Presidente atual João C.L. da Silva, recebendo o cargo do Presidente anterior Leonir Ribas.



Informações Assessoria da ACEG Marlei

Goioxim: 6ª Rodada do Campeonato Municipal de Futsal Dia 05 de Junho


 Atualizado em 24/05/2016 - as 17:00h

Mudança no ultimo jogo, antes era IARGAS SUP. X ALFA, Mudou para IARGAS SUP. X REAL MATISMO. Segundo Secretário Anderson, Iargas Sup. x Alfa, ja jogaram.